Segmentos
Educação Infantil

Foco Pedagógico

A passagem do núcleo familiar para o espaço escolar é um momento importante. A criança amplia as possibilidades de conhecimento de si e do mundo, vivenciando acontecimentos significativos para ela, estabelecendo novos vínculos afetivos, desenvolvendo sua capacidade de comunicação.

Em seu desenvolvimento escolar, a criança deverá trilhar um caminho que a conduza do sensório-motor ao simbólico; do pré-verbal ao verbal; do eu ao nós; do subjetivo ao objetivo.

Nessa etapa da aprendizagem, a brincadeira e o jogo têm um lugar privilegiado, pois nessas ações ela elabora suas experiências e descobertas, revela seus desejos e necessidades.

Ao longo dessa fase, a criança vai construindo de forma cada vez mais complexa seu aprendizado. Para isso, as aulas, os projetos, os tempos e espaços escolares devem promover o uso da linguagem verbal (oral e escrita) e não verbal (plástica, musical e cênica), da matemática e da tecnologia. Além da educação da vontade, desenvolvendo hábitos e atitudes.   

Metodologia de projetos

O currículo da Educação Infantil organiza-se por meio de projetos que integram todas as ações educativas. Dessa forma o conhecimento se torna significativo e interessante para a criança, pois se apresenta de modo articulado e desenvolve-se nas relações afetivas e sociais, favorecendo a cooperação e a vivência de valores.

Os projetos preveem diferentes fases: mobilização da curiosidade, a investigação e o registro por meio das várias linguagens e diferentes materiais de apresentação - fichas, livros, portifólios, maquetes etc. São também previstas atividades permanentes e sequenciais que fazem parte da alfabetização e letramento em Língua Portuguesa e Matemática.

 

Material didático e Programas

No Jardim I e II o currículo se desenvolve em eixos, com o apoio do material didático DESCOBRINCAR, organizado em "caixas de oficina" com imagens, fichas, letras, formas geométricas, livros, jogos pedagógicos, fantoches etc. E a partir do Maternal II é desenvolvido um programa de Inglês e iniciação à Robótica. 

Na Educação Infantil, a avaliação se faz mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento da criança, sem o objetivo de promoção e retenção, desde que a idade seja compatível com a série em que se encontra. É elaborado um relatório trimestral referente ao aproveitamento global do aluno, encaminhado aos pais ou responsáveis. Estes são informados sobre os progressos e dificuldades do aluno, bem como orientados quanto a atendimentos específicos e oportunos.

Avaliação

Na Educação Infantil a avaliação é processual, ocorre cotidianamente, ao longo do período de aprendizado/desenvolvimento da criança, sem objetivo de seleção, promoção ou classificação, garantindo:

I - a observação crítica e criativa das atividades, das brincadeiras e interações das crianças no cotidiano;

II - utilização de múltiplos registros realizados por adultos e crianças (relatórios, fotografias, filmagens, desenhos, portfólios etc.).

Na Educação Infantil será elaborado um relatório trimestral com a síntese das habilidades e competências que contribuíram para o aproveitamento global do aluno que, após ser analisado pela Coordenação Pedagógica, será encaminhado aos pais ou responsáveis.

 

Estudo do Meio

O estudo do meio tem como objetivo estabelecer-se uma maior interação entre o conteúdo didático e a realidade. Nessa fase inicial, o estudo do meio proporciona aos pequenos vivências mais amplas de diferentes espaços: ambientes naturais (por exemplo: um sítio com animais), ambientes urbanos (por exemplo: conhecer a cidade e suas características) e ambientes culturais (por exemplo: Sítio do Picapau Amarelo, em Taubaté).

Cada professor deverá selecionar um local que será o destino para o estudo do meio, já no planejamento do curso, no início do ano. Outros locais poderão ser agendados no decorrer do ano letivo, de acordo com o andamento das aulas.